Memória Activa: Carregado na História Local

· AMIGOS
Autores

MEMÓRIA ACTIVA:

Carregado na História Local

O Concelho de Alenquer, como é do conhecimento geral, é composto por uma parte de cariz rural, que em termos de área é a maior, e por outra, que se situa a sul, que é marcadamente urbana, e que grosso modo compreende a Freguesia do Carregado e parte das Freguesias de Triana, Santo Estêvão e Cadafais. Esta fatia do concelho de Alenquer, que em termos de área é menor do que a área rural, é inversamente aquela que detém a maior parte da população residente no concelho, mais de 50%.

A realidade mostra-nos que esta zona urbana do concelho faz parte da Grande Lisboa, não só pelas suas características arquitectónicas e sociais, em tudo idênticas, mas também porque é na denominada Grande Lisboa que a maioria da população se movimenta, quer para trabalhar, quer para fins sociais, económicos, educacionais, culturais e outros.

No entanto, a parte urbana do concelho é muito recente em termos históricos. Podemos dizer que o incremento da industrialização, verificado nestas freguesias, a partir das décadas de 50 e 60, começa a dar um sinal de mudança por comparação com o resto do concelho. Mas é a partir da década de 70, sobretudo na década de 80 e que tem continuação até aos nossos dias, que estas freguesias sofrem uma mutação sem precedentes.

Começam a instalar-se novas indústrias dos mais variados ramos, as novas vias de comunicação, nomeadamente a auto-estrada do norte, atingem o Carregado, no seguimento da importância que esta localidade sempre teve em termos de comunicação, quer terrestre quer fluvial, entre o norte e o sul do país. A construção de novas habitações atinge níveis elevadíssimos. Gente das mais variadas proveniências, que vem de outras regiões de Portugal, mas também da ex-colónias portuguesas, chegam a esta zona do concelho. Primeiro vêm unicamente para trabalhar, mas logo em seguida trazem as suas famílias e instalam-se definitivamente.

Chegados aos dias de hoje, nota-se que há um deslocamento assinalável de pessoas que viviam antes em zonas suburbanas mais perto de Lisboa e que decidem mudar-se para o nosso concelho, concretamente para a sua área urbana, para aqui viver e trabalhar, não só porque a oferta de habitação é elevada e os preços serem mais convidativos por comparação com outras zonas da Grande Lisboa, mas também pelo facto da oferta de trabalho ser grande. A justificação para o concelho de Alenquer possuir uma taxa de desemprego residual, radica na contínua industrialização desta área ao longo do tempo, mas também no crescente aumento do peso do sector terciário nesta mesma zona urbana. É neste quadro que as novas populações aqui chegadas se vêem privadas, e totalmente desconhecedoras, das raízes culturais, económicas e sociais do local onde vivem e/ou trabalham.

A rubrica que agora surge no Jornal D’Alenquer (Memória Activa), pretende evocar as raízes e as memórias destas terras que compõem a área urbana do concelho, para que as novas populações aqui chegadas se inteirem e se integrem no percurso histórico deste rincão do concelho de Alenquer, e para que as novas gerações com raízes no concelho e concretamente na zona em estudo, se apercebam que a resposta ao “porquê?” do presente radica sempre no passado.

Abordaremos instituições, acontecimentos de toda a natureza que aqui tiveram lugar ou que aqui se repercutiram e também as pessoas, que pela sua acção e protagonismo contribuíram decisivamente para a evolução desta zona e, por conseguinte, do concelho de Alenquer no seu todo.



Paulo Carvalho



©Paulo Carvalho (2000)
director da Biblioteca Municipal do Carregado
in Jornal D’Alenquer, 1 de JAneiro de 2000, p. 14

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s