Álvaro Pedro foi homenageado

· Notícias Locais
Autores

Por 35 anos dedicados à autarquia

Álvaro Pedro foi homenageado

Cerca de mil pessoas reuniram-se ontem, em Alenquer, num jantar de homenagem a Álvaro Pedro pela sua dedicação à vida autárquica ao longo de 35 anos.

Álvaro Pedro foi homenageado Alenquer - 31 de Outubro de 2009

Álvaro Pedro foi homenageado
Alenquer – 30 de Outubro de 2009

Ontem, em Alenquer, Álvaro Pedro foi homenageado num jantar onde reuniu cerca de mil pessoas. Numa entrada triunfal no salão, ao som de música apropriada a lembrar algumas das já idas festas socialistas, a comissão organizadora recebeu Álvaro Pedro e a sua família próxima, e alguns convidados, dos ditos “mais notáveis”. Mas esta homenagem foi muito para além duma festa socialista, e para isso bastou ver a composição da comissão organizadora onde estes estavam em nítida minoria. E no salão estavam muitos que, provavelmente, nem sequer alguma vez terão votado em Álvaro Pedro.

Reconhecidamente emocionado, Álvaro Pedro afirmou que o momento era difícil, pois afinal tratava-se de um adeus. Sempre considerou as funções que exerceu durante 34 anos, como das mais nobres que um cidadão pode desejar, e que foi gratificante ver os cidadãos do concelho acreditarem nos projectos, que lhes propunha, como sendo os melhores.

“Ser autarca é ser um aluno permanente na aprendizagem que nos dá o contacto com os munícipes. A vida de autarca é uma escola onde todos os dias se dão novos testemunhos e se vivem motivações diferentes. Eu, não sendo muito letrado, acho que me doutorei na escola das coisas práticas. Saio mais fortalecido no campo afectivo e no conhecimento empírico da natureza humana”, enunciou mais à frente o ainda autarca socialista.

Álvaro Pedro que, como disse, quando iniciou esta sua caminhada nada sabia das responsabilidades de um presidente da câmara, e só a juventude e a força de vontade o motivaram a continuar numa aventura “onde tudo era novo e a luta político-partidária fazia fervilhar paixões e não raro era que nos víssemos confrontados até extremos onde a ameaça velada do confronto físico era mais do que simples ameaça”.

Não faltou à intervenção de Álvaro Pedro uma referência que disse estar “marcada a letras de ouro no seu coração”: à “NOÉMIA”, a sua companheira de algumas décadas, “uma amiga dedicada”, como fez questão de enfatizar. Este momento foi muito sentido nos presentes, que de pé aplaudiram estas palavras. Não quis terminar sem deixar um agradecimento à sua família: filho, nora, netos e à mulher que aceitou acompanhá-lo “no resto da jornada”, conforme as suas palavras.

Nesta noite, depois das intervenções de Manuel Medeiros, em nome da comissão organizadora, foi passado num écran um pequeno documentário ilustrado com diversas passagens do percurso político de Álvaro Pedro, e com testemunhos de algumas pessoas mais próximas de si.

Miranda Calha, em nome do presidente e do secretário-geral do PS, respectivamente Almeida Santos e José Sócrates, teceu singelas palavras apropriadas ao momento. Em representação dos autarcas presentes, falou Maria da Luz Rosinha, presidente da edilidade de Vila Franca de Xira, ontem empossada para um novo mandato. Regina Carvalho dos Santos também leu uma mensagem de Mário Soares.

A ligação de Álvaro Pedro às colectividades do concelho, que é do reconhecimento geral, simbolicamente ficou patente com a presença de alguns jovens da Filarmónica de Olhalvo, numa breve intervenção com os “parabéns a você”, a conhecidíssima melodia criada pelas irmãs Mildred e Patricia Smith Hill.

Foi uma noite de emoções fortes, especialmente para Álvaro Pedro, que impossibilitado de condições apropriadas para ler a sua intervenção, pediu a Graça Silva para o fazer.

Álvaro Pedro, a 18 de Junho de 1974 toma posse como vogal da primeira Comissão Administrativa e a 25 de Maio de 1976 como presidente da segunda. A 3 de Janeiro de 1977, fruto das primeiras eleições livres em Portugal após 1974, toma posse como presidente da Câmara. A partir daí foram só vitórias eleitorais, algumas delas, muitas, por maioria absoluta. Segunda-feira, com a tomada de posse do novo elenco autárquico, chega ao fim o “ciclo político Álvaro Pedro”.



Hernâni de Lemos Figueiredo


in Jornal D’Alenquer, 31 de Outubro de 2009, on line
©Hernâni de Lemos Figueiredo (2009)
director do Jornal D’Alenquer

Deixar um comentário

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s